FAQ1

 

O que mudou e como fica a perversa Reforma da Previdência Estadual

 

1- Quais as novas regras de transição para professores em atividade?

– transição por pontos:

Para aposentadoria especial do magistério, o professor tem que completar os pontos equivalentes à soma da idade com o tempo de contribuição:

– idade: 51 anos se mulher, 56 anos se homem. A partir de janeiro/2022, 52 anos para mulher e 57 para homem.

– tempo de contribuição: mínimo de 25 anos se mulher, 30 se homem.

– tempo de serviço público: 20 anos

– tempo no cargo: 5 anos

– pontos: 81 para mulher, 91 para homem. A partir de janeiro/2020, exige 1 ponto a mais por ano, até chegar a 92 para mulher e 100 para homem.

 

– transição por pedágio:

Para esta forma de aposentadoria, o professor tem que preencher os seguintes requisitos:

– idade: 52 anos se mulher, 55 anos se homem.

– tempo de contribuição: mínimo de 25 anos se mulher, 30 se homem.

– tempo de serviço público: 20 anos

– tempo no cargo: 5 anos

– pedágio: o servidor tem que cumprir um período adicional de contribuição correspondente ao faltante para o mínimo de contribuição.

 

Outras Dúvidas Clique Aqui