Notícias

Audiência pública defende projeto que reestabelece isenção de IPVA para PCDs

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Quando os deputados da base do governo aprovaram o Projeto de Lei 529, em outubro de 2020, na prática eles concederam a João Doria o direito de governar por decreto. Desde então, o “gestor” vem implantando novos meios de aumentar a arrecadação, sempre às custas dos mais vulneráveis.

A mudança nas regras para as pessoas com deficiência (PCD) obterem isenção de IPVA foi o tema da audiência pública promovida por Carlos Giannazi (PSOL) em 22/2, no ambiente virtual da Alesp. “O Decreto 65.337 atingiu milhares de pessoas em todo o Estado. Cerca de 80% dos antigos beneficiários perderam esse direito”, relatou. O parlamentar é autor do Projeto de Decreto Legislativo 1/2021, que anula o decreto de Doria e restaura a isenção.

Em uma ação civil pública, o MP obteve liminar, em segunda instância, suspendendo a cobrança. O argumento usado pela promotoria foi a falta de isonomia, uma vez que discrimina grupos de pessoas com deficiência. Isso se vê no caso do advogado Marcos, que perdeu o benefício porque sua limitação motora é na perna esquerda (a da embreagem). Se a perna afetada fosse a direita (a do acelerador), ainda faria jus à isenção. “Que tipo de lei é essa?”, indagou o causídico.

AUDIÊNCIA PÚBLICA – Em defesa do direito de isenção de IPVA para Pessoas com Deficiência!

Deixe seu comentário sobre o assunto

Veja outras notícias do mandato