Fechamento de escola particular é debatido em audiência pública

Fonte: Diário Oficial

 

Léo Martins – Foto: José Antonio Teixeira

 

A Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, Cidadania, da Participação e das Questões Sociais realizou uma audiência pública, na última quinta-feira (7/12), com a finalidade de debater o fechamento da Nova Escola, instituição particular que atende crianças e jovens do ensino infantil ao ensino médio. A reunião foi proposta pelo deputado Carlos Giannazi (Psol). “Alunos, pais e professores vem passando por uma violência psicológica e emocional, o impacto desse fechamento é uma marca ruim que essas pessoas vão carregar para o resto de suas vidas”, disse.

 

A Nova Escola teve o anúncio do seu fechamento definitivo em junho desse ano. Um representante da Associação Pela Família, mantenedora da escola particular, foi convocado para a audiência, mas não compareceu.

 

Segundo Lucas Fernandes, estudante da Nova Escola, muitos alunos ficaram doentes com essa decisão. “Vários entraram em uma grave crise de depressão e tiveram que tomar remédio, foi um desastre”, relatou.

 

A professora Mavie Ramunno já deu aulas de inglês na Nova Escola, mas desistiu do projeto e tirou seus filhos da instituição depois que o ex-diretor foi demitido, no fim do ano passado. “O projeto de inclusão na Nova Escola era real, um trabalho coletivo de construção de coisas de maneira horizontal. Era algo tão legal que ainda hoje você vê professores que não estão mais vinculados com a instituição ainda tomando frente e lutando por justiça”, disse.

 

Para o representante do coletivo de paz em defesa da Nova Escola Allan Comar, a expectativa com a audiência pública não é reverter a atual situação da escola. “Queremos que os responsáveis sejam punidos, a maneira que eles trataram essas pessoas é totalmente discutível e havia outras formas de se fazer isso”, diz.

 

“Nós vamos acionar o Ministério Público e comunicar a situação, exigindo que eles tomem as devidas providências em relação a esse caso”, declarou Giannazi.